O Xbox Game Pass não sacrifica dinheiro para conquistar clientes, diz Phil Spencer

Xbox Game Pass é um serviço rentável

Ultimamente, tem havido várias vozes da Microsoft para fazer declarações sobre o Xbox Game Pass, e atualmente é o serviço do momento da empresa americana. Desta vez, foi Phil Spencer que se referiu a ele, voltando-se para os fãs de videogames e a mídia especializada que constantemente perguntam sobre a viabilidade do serviço e dos benefícios ou perdas que ele pode causar.

Em declarações ao portal Stevivor, Spencer garante várias coisas que alguns de nós já disseram: o serviço é rentável.

O Xbox Game Pass cresceu mais que o dobro, ano após ano, tem um excelente histórico e é um negócio comercial sustentável.

Na X019 em Londres, em novembro passado, Spencer admitiu ao Stevivor que a Microsoft “era um pouco transparente sobre quantos assinantes o serviço tem”, mas que é “um bom negócio” para a empresa. Os comentários de Spencer sobre o Xbox Game Pass vieram depois que o portal perguntou se o programa era viável. No Stevivor, eles questionam que, além da biblioteca de mais de 100 jogos de terceiros disponíveis como parte da assinatura, os novos títulos da Microsoft também estão disponíveis desde o lançamento. Isso significa que a Microsoft perde essencialmente uma venda de US $ 60 por pessoa em títulos como o Gears 5, em comparação com o custo da assinatura mensal.

Diferentemente de 2019, sabemos que este ano está repleto de títulos first-party, como Ori and the Will of the Wisps, Grounded, Bleeding Edge, Halo Infinite e muitos mais. Também não está claro para eles se os usuários assinam o serviço quando os jogos que os interessam são lançados pela primeira vez ou se permanecem com o Game Pass a longo prazo.

Phil Spencer também confirmou que a Microsoft não usou uma tática de isca para aumentar repentinamente o preço do serviço:

Conheço algumas pessoas e vi o que algumas dizem: ”Ah, elas estão simplesmente queimando dinheiro à beça para conquistar clientes e depois ser capaz de induzi-los a aumentar o preço mais tarde.” Não existe esse modelo para nós. Nos sentimos bem com os negócios que temos agora. Definitivamente, estamos investindo nele, mas não de maneira insustentável.

Faremos ofertas promocionais e outras coisas, como qualquer serviço faria. Mas é um negócio e é um negócio que funciona bem.

Portanto, a Microsoft não para de reiterar seu compromisso com o serviço, enquanto continuam a surgir dúvidas sobre o Xbox Game Pass de alguns setores, que no momento parecem infundadas.