Siga-nos:

Ubisoft pode ter descontinuado a franquia Watch Dogs

A Ubisoft encontra-se em um verdadeiro redemoinho de problemas financeiros, incluindo o de fracassos comerciais sucetivos.

Após lançamentos de vários jogos medíocres e uma enorme perda de interesse dos jogadores por seus produtos (muito devido ao estilo reciclado que a empresa vem adotando para todos seus títulos), a editora tem procurado renovar sua oferta de produtos e parece estar cortando franquias para concentrar recursos em outros jogos. Um YouTuber ofereceu uma teoria que pode sugerir que a franquia Watch Dogs está nessa lista enquanto a Ubisoft planeja seu futuro.

O YouTuber JorRaptor elaborou uma teoria que sugere que a Ubisoft pode ter terminado de fazer jogos de Watch Dogs após a recepção ao Watch Dogs: Legion ter sido morna na melhor das hipóteses. Ele também deu uma olhada no pessoal de cargos na Ubisoft e notou que membros seniores da equipe de desenvolvimento de Watch Dogs deixaram a empresa ou foram transferidos para outros jogos, incluindo os 3 diretores de Watch Dogs, que já não tem mais qualquer envolvimento com a IP.

Pelo menos 20 desenvolvedores seniores, o que inclui escritores e designers principais que trabalharam quase que exclusivamente nos jogos da série Watch Dogs agora estão espalhados em outras empresas e estúdios. Quem ficou com a Ubisoft, mudou-se para outros projetos, deixando de lado a série de hackers.

Lançado em 2014 com objetivo de ser um “GTA killer”, Watch Dogs é uma franquia estabelecida pela Ubisoft Montréal e criada por Jonathan Morin. Originalmente, a IP seria uma sequência direta de Driver: San Francisco de 2011 e se chamaria Driver: Chicago, criado pela Ubisoft Reflections, mas após o insucesso comercial do jogo de 2011, a Ubisoft preferiu reaproveitar a ideia e estilo de jogo como uma franquia solitária, nascendo assim Watch Dogs.

O lançamento do DLC Watch Dogs: Legion Bloodline marcou o fim das atualizações de conteúdo do jogo mais recente jogo da série, pois a Ubisoft Toronto, desenvolvedora do jogo mais recente da franquia, anunciou no início de 2022 que não haveria mais patches ou atualizações para o título, matando-o prematuramente.

Esperava-se uma mudança repentina de rumo após grande parte da promoção do jogo incluir conteúdo sazonal de vários anos semelhante ao que foi feito com Assassin’s Creed: Valhalla e The Division 2, mas no fim, tudo acabou mais cedo do que o esperado. A franquia tem seus fãs, mas com Watch Dogs: Legion não se firmando após o sucesso já fraco de Watch Dogs 2, a Ubisoft pode estar pronta para cortar o cordão dessa franquia, aposentando de vez a IP.

Fonte:gamevicio