SSD do Xbox Scarlett deve permitir carregamento mais rápido

Mais velocidade e maior draw distance

A tecnologia dos SSDs tem sido o domínio dos jogos para PC, embora alguns usuários os tenham instalado nos atuais consoles. Com o PlayStation 5 e o Xbox Scarlett, a tecnologia do SSD estarão presentes nos consoles desde o primeiro dia. Já ouvimos e vimos muito sobre como essas unidades reduzirão o tempo de carregamento, além de aumentar a velocidade geral do jogo.

Falando com Ivan Pabiarzhyn, da My.Games, líder do shooter gratuito, Free-To-Play, Warface, a transição para o SSD será a “melhoria mais importante” para os consoles da próxima geração.

O desempenho do subsistema de disco é o gargalo mais estreito da geração atual. E esse problema está se tornando mais urgente a cada ano, com a tendência crescente de mundos abertos do tamanho de dezenas e às vezes centenas de quilômetros quadrados em projetos modernos de jogos. Quanto aos mundos abertos do jogo, é impossível manter todo o mapa do jogo na RAM, portanto, os desenvolvedores precisam adicionar novos objetos, localização por localização, à medida que o jogador avança.

Para fazer isso, o desenvolvedor precisa usar truques no cronograma (deterioração dos detalhes e variedade de objetos de desenho, usando menos objetos únicos no mapa) e jogabilidade (limitação da velocidade máxima do movimento de um jogador, criação de buffer) zonas no mapa com um número reduzido de objetos únicos para poder carregar a próxima zona com mais detalhes). Obviamente, os desenvolvedores não gostam de fazer tais compromissos, porque isso afeta seus jogos.

O SSD, nesse caso, atuará como uma extensão da RAM do sistema. Mas o SSD resolve esse problema. Você pode pensar no SSD como uma extensão da RAM. Os níveis devem carregar mais rapidamente, as distâncias de desenho podem ser aumentadas. Também deve permitir que os desenvolvedores se livrem de um rudimento como uma ‘tela de carregamento’ e tornem o jogo o mais tranquilo possível. A transmissão rápida permite criar mundos maiores com locais de conteúdo mais ricos.

Obviamente, como algumas pessoas como Mika Vehkala, diretora técnica da Remedy Entertainment, apontaram que o tempo de carregamento não será necessariamente mais rápido se os desenvolvedores não otimizarem. Podem haver situações em que a produção do jogo custará menos por não ter que otimizar o conteúdo, resultando em poucas melhorias. No mínimo, os estúdios iniciantes da Xbox Game Studios e Sony Worldwide Studios procurarão evitar isso, mas e o resto?

Como sempre, o tempo dirá. O PlayStation 5 e o Xbox Scarlett estão planejados para serem lançados em 2020. Fiquem atentos para mais detalhes sobre os dois até lá.

💚 Acompanhe-nos nas redes sociais seguindo no Instagram e Twitter