Sony sofre com problemas na fabricação do processador do PS5

Testes de qualidade do chip acusaram mais defeitos do que o esperado

Devido a problemas na fabricação do processador PS5, a Sony espera entregar 11 milhões de unidades do novo console às lojas na janela de lançamento – 4 milhões a menos do que a previsão original.

A informação original foi obtida pelo escritório japonês da Bloomberg de fontes anônimas.

De acordo com a publicação, os SoCs (‘system-on-a-chip’) que alimentam o console estão apresentando uma taxa de defeitos maior do que a esperada, chegando na casa dos 50%. As fontes do jornal acusam que houve uma melhora na taxa desde o ponto mais crítico da produção, mas que o problema foi grave o suficiente para que o volume da produção precisasse ser revisado.

Em julho, a Sony revelou que havia dobrado suas expectativas para os primeiros meses de disponibilidade do PlayStation 5 – período que vai desde o lançamento do sistema até o fim do ano fiscal, em 31 de março de 2021.

Questionados pela Bloomberg, a Sony se recusou a comentar a informação.

Maiores detalhes a respeito do lançamento do PlayStation 5, como datas e preços, devem ser divulgadas nesta quarta-feira (16) a partir das 17h no horário de Brasília, quando a Sony realizará um evento online.

Fonte:theenemy