Phil Spencer nega rumores sobre a Microsoft estar atrás de estúdios japoneses

''Não sei nada a respeito disso''

Um relatório da Bloomberg no início desta semana dizia que a Microsoft, mesmo após a compra da Bethesda, estava no mercado à procura de estúdios japoneses… Dizendo ainda que vários desenvolvedores com sede no Japão afirmaram ter tido contato com a Microsoft sobre uma possível compra, embora todos tenham pedido anonimato, pois as negociações ainda não eram publicas.

Em uma entrevista a Gamespot, indo contra a maré, o chefe do Xbox, Phil Spencer, disse que até onde ele sabe, não há nada disso ocorrendo.

Não sei disso não… quer dizer, não estou em todas as reuniões, mas até onde sei, não é o caso.

Não é como se saíssemos por aí jogando nosso cartãozinho em toda esquina tentando encontrar mais pessoas.”

A Microsoft recentemente colocou as mãos no estúdio japonês Tango Gameworks, a desenvolvedora por trás de The Evil Within, como parte da aquisição da ZeniMax Media por US $ 7,5 bilhões. Spencer enfatizou que isso não é um sinal de ambições maiores e contínuas.

“Já falei sobre minha afinidade com os estúdios japoneses, já teve até época em que tínhamos mais jogos criados no japão como nossos first-party, estou animado com o fechamento do negócio para poder passar mais tempo com a Tango Gameworks e o trabalho que estão fazendo.

Portanto, essa é uma região da qual estou interessado, mas não, não acho que seja… acho que não é bem assim [sobre a Microsoft querer comprar vários estúdios japoneses].

Fonte:pcgamer