Ori and the Will of the Wisps será três vezes maior que o jogo anterior ‘Blind Forest’

Ori and The Will of the Wisps será lançado para PC e Xbox One em 11 de março.

As sequências quase sempre seguem a regra implícita de que elas devem ser maiores e melhores do que seus antecessores de todas as formas possíveis, e parece que a Moon Studios está levando isso a sério com Ori and the Will of the Wisps. Detalhes sobre as melhorias feitas no combate, o tamanho de seu mundo entre outras coisas certamente deram essa impressão, e aqueles que trabalharam no jogo estão deixando todos saberem, em termos vagos, que este é um grande salto em relação ao Blind Forest.

Em entrevista ao Daily Star, Daniel Smith, produtor sênior da Xbox Games Studios, disse que, em resposta ao feedback de que Ori and the Blind Forest não tinham muito o que fazer após zerar o jogo, os desenvolvedores expandiram significativamente o escopo da sequência. De acordo com Smith, Will of the Wisps é três vezes maior que seu predecessor em termos de “tamanho, escopo e escala”.

Muitas pessoas completaram o Blind Forest em aproximadamente oito horas e pensaram que era uma experiência positiva”, disse Smith. “Mas nossa comunidade nos disse que não havia muitos atrativos para voltarem depois que eles terminaram o título. Eles só queriam mais. Por isso, levamos isso a sério – este jogo tem três vezes o tamanho, o escopo e a escala do Blind Forest.

Smith também chamou o mapa de Will of the Wisps de “absolutamente maciço”, antes de acrescentar: “Nós nos divertimos muito pegando o mapa do Blind Forest e movendo-o no Editor do Unity, encaixando-o em pequenas porções do mundo de Will of the Wisps.

Explicando sobre como Will of the Wisps tem um escopo muito maior do que Blind Forest, Smith falou sobre a profundidade mecânica do jogo e o número de opções que ele apresenta aos jogadores em termos de personalização e progressão, o qual ele compara a Zelda.

Eu digo ‘escopo’ por causa da profundidade da progressão dos personagens e do nível de personalização que você tem quando se trata de fragmentos”, disse ele. “É muito mais parecido com Zelda, do que qualquer outra coisa, desta vez

No Blind Forest, você tinha uma árvore de habilidades muito linear – se você quisesse algo na quinta posição, tinha que investir nas [primeiras quatro habilidades dessa árvore]”, explicou ele. “À medida em que você encontra os Fragmentos em Will of the Wisps, você pode equipá-los, e eles se adaptam muito bem à maneira como tornamos o jogo mais personalizável, numa perspectiva de dificuldade.