Siga-nos:

Órgão Regulatório do Reino Unido irá investigar aquisição da Activision Blizzard pela Microsoft

A aquisição planejada da Activision Blizzard pela Microsoft está sendo investigada pelo regulador de concorrência do Reino Unido.

A Competition and Markets Authority (CMA), que “trabalha para promover a competição em benefício dos consumidores”, anunciou hoje que abriu uma investigação sobre o acordo de US$ 68,7 bilhões – o maior da indústria de jogos em toda sua história – para determinar se é uma aquisição justa.

Em um comunicado fornecido à CNBC, a CMA disse que sua investigação “considerará se o acordo poderia prejudicar a concorrência e levar a resultados piores para os consumidores – por exemplo, por meio de preços mais altos, qualidade inferior ou escolha reduzida”.

Os reguladores da CMA estarão realizando uma consulta até 20 de julho, período durante o qual deseja receber feedback de terceiros interessados ​​no negócio proposto. O prazo de 1º de setembro foi estabelecido para que o órgão dê sua decisão inicial sobre o assunto.

A investigação da CMA se junta à de seu equivalente americano, a Federal Trade Commission (FTC), que está conduzindo uma revisão antitruste do acordo para determinar se a aquisição daria ao Xbox uma vantagem competitiva injusta.

A lei da concorrência procura manter a concorrência no mercado regulando a conduta anticompetitiva das empresas. No caso de fusões e aquisições, os reguladores podem proibir negócios que sejam considerados uma ameaça à concorrência de mercado ou sugerir soluções, como a obrigação de alienar parte do novo negócio.

Fonte:gamevicio