Siga-nos:

Novos jogos da franquia Call of Duty devem se tornar exclusivos do Xbox

Com a aquisição anunciada da Activision Blizzard pela Microsoft sendo anunciada na manhã de hoje, o equilíbrio de mercado do setor de jogos está destinado a mudar no futuro.

A empresa ainda liderada por Bobby Kotick (que no entanto deve abandonar o cargo de CEO após a compra ser concluída) possui algumas das franquias mais famosas do mundo, incluindo Call of Duty, franquia que nos últimos anos recuperou grande popularidade graças ao lançamento do aclamado Call of Duty: Warzone.

O Battle Royale Free-to-Play, na opinião de Jeff Grubb, sem dúvida continuará sendo gerenciado como um título multiplataforma pela Microsoft dentro dos Xbox Game Studios. Porém, de acordo com o jornalista da VentureBeat, os próximos capítulos premium da série (os CODs anuais) devem se tornar exclusivos para Xbox Series X|S e Windows PC.

Como Grubb lembra, continua sendo essencial para a Microsoft fazer do Xbox Game Pass o centro em torno do qual gira toda a estratégia de jogos do Xbox, e isso sugere que até uma série como Call of Duty pode fazer parte do plano.

Caso a tese de Grubb se concretize, isso é o equivalente ao que a Microsoft fez com The Elder Scrolls e Fallout após comprar a ZeniMax Media, revelando que títulos como Elder Scrolls Online e Fallout 76 continuarão a receber atualizações e conteúdos no PS5 e PS4 como sempre aconteceu, porém os novos jogos principais, The Elder Scrolls VI e Fallout 5, serão exclusivos de Xbox.

A Microsoft especificou que alguns jogos da Activision-Blizzard continuarão presentes no PlayStation, no entanto, faltam detalhes mais específicos neste momento em relação ao gerenciamento futuro das várias outras IPs da empresa, como Crash Bandicoot, Tony Hawk’s Pro Skater, Overwatch, Diablo, StarCraft e etc.

Fonte:gamevicio