Microsoft venderá Xbox Series X e Xbox Series S sem lucro algum, diz Jeff Grubb

Dispostos a perder dinheiro para não perder o cliente

Após o anúncio dos preços do Xbox Series S e Xbox Series X, muitos analistas e blogueiros notaram que este negócio será inicialmente mais lucrativo para os consumidores.

Em uma conversa com o analista da Benji-Sales, o editor da VentureBeat, Jeff Grubb, confirmou este ponto. Ele anunciou que a Microsoft vai vender os dois consoles com zero de lucro.

Muitos na indústria acham que o hardware do Xbox Series S não está à altura do preço, já que o console tem o mesmo processador do Xbox Series X, mas que roda em uma frequência ligeiramente menor.

Além disso, a Microsoft removeu todos os possíveis gargalos para o futuro, economizando apenas no tamanho da GPU, unidade e SSD – então o console deve dar conta em termos de desempenho, ajustado para resolução mais baixa.

Ao mesmo tempo, Grubb acredita que mesmo que a Sony lance o PS5 mais barato por US$499, ela também não ganhará dinheiro em seus consoles.

De acordo com Grubb, o PS5 custa cerca de US$470 para ser fabricado – e isso sem contar os custos de embalagem e distribuição, portanto, mesmo com um preço de US$499, a Sony estará perdendo dinheiro.

O lançamento negativo de consoles geralmente não é novidade neste mercado. Os fabricantes de consoles estão dispostos a vendê-los abaixo do custo para obter uma participação mais rápido. O console “plus” pode ser lançado apenas alguns anos após o lançamento – quando a produção se tornar mais barata.

No caso do PS5 e Xbox Series S, a Microsoft e a Sony poderão cobrir perdas por meio de suas lojas digitais e serviços de assinatura, bem como vendas de periféricos e acessórios. Se o jogador optar pelas versões digitais dos consoles, ele se compromete a comprar todos os jogos diretamente do titular da plataforma.