Siga-nos:

Microsoft quer trazer Call of Duty para Nintendo Switch

Junto com outras franquias da Activision Blizzard

Houve muita especulação depois que a Microsoft anunciou sua intenção de adquirir a Activision Blizzard que os futuros jogos da empresa seriam exclusivos do Xbox, mas as mensagens da Microsoft estão sugerindo exatamente o oposto até agora.

Ontem, foi confirmado que o plano era continuar disponibilizando os jogos da Activision Blizzard no PlayStation “além do acordo existente e no futuro”, com a intenção de a Nintendo obter um tratamento semelhante.

E falando em uma entrevista à CNBC, o presidente da Microsoft, Brad Smith, deu um passo adiante, dizendo à agência de notícias que a empresa queria colocar Call of Duty no Nintendo Switch, junto com outras franquias da Activision Blizzard:

“Uma das coisas sobre as quais estamos sendo muito claros à medida que avançamos com a revisão regulatória desta aquisição é que grandes títulos como Call of Duty da Activision Blizzard hoje continuarão disponíveis no Sony PlayStation.

Gostaríamos de trazê-lo para os dispositivos Nintendo. Gostaríamos de trazer os outros títulos populares que a Activision tem e garantir que eles continuem disponíveis no PlayStation e que fiquem disponíveis na Nintendo.”

Smith passou a usar a aquisição de 2014 da desenvolvedora de Minecraft Mojang Studios como “um indicador claro” do que a Microsoft espera alcançar com a aquisição da Activision Blizzard – “ou seja, investir ainda mais em inovação, trazê-la para mais pessoas, trazê-la para mais plataformas, torná-lo ainda mais útil e, esperançosamente, agradável para as pessoas que o usam.”