Siga-nos:

Microsoft não precisa de concessões regulatórias sobre a compra da Activision Blizzard

"Mesmo após esta aquisição, ainda seremos o número três", diz ele.

A compra da Activision Blizzard ainda está em alta por todo o mundo, quem imaginaria que a Microsoft compraria essa gigante responsável por Call of Duty por nada menos que US$ 70 bilhões.

A compra ainda não aprovada e fica essa dúvida no ar, será que isso vai para frente? Bem, segundo o próprio Satya Nadella, atual CEO da Microsoft, vai sim. Satya Nadella diz que a Microsoft não precisa de concessões regulatórias sobre compra da Activision Blizzard. Mesmo após a compra dessa gigante, o Xbox/Microsoft ainda vai ficar em terceiro lugar. O efeito não seria anticompetitivo.

Com a compra da Activision Blizzard, o Xbox/Microsoft ainda vai ficar atrás da gigante Tencent, que atualmente está em primeiro lugar, e logo em segundo vem a Sony, responsável pelo PlayStation.

A compra da Activision Blizzard é fundamental para moldar a interação online. Nadella também cita o metaverso, pois os reguladores da concorrência também devem se concentrar no impacto do acordo no desenvolvimento futuro do metaverso, e não apenas no mercado de jogos atual.

A Microsoft está comprometida com a construção de plataformas de computação abertas que possibilitarão que as pessoas se movimentem livremente entre os mundos virtuais de diferentes empresas. Ele acrescentou que, se os reguladores tentarem impor regras para manter qualquer metaverso aberto e conectado, eles devem aplicar as mesmas regras a todas as empresas de tecnologia.

Fonte:gamevicio