Microsoft fechará Mixer e anuncia parceria com Facebook Gaming

Adeus Mixer, mal o conhecíamos.

Desde que atingiu o mainstream com a aquisição de um dos maiores streamers de todos os tempos, o ponto de interrogação sobre a viabilidade do Mixer tem sido um problema persistente.

O Mixer cresceu desde seus primeiros dias como Beam.pro, mas não viu os tipos de público que normalmente permitem que as pessoas se tornem streamers de carreira. A frustração com a plataforma levou muitos ex-parceiros a migrar para outros serviços nos últimos meses para obter mais exposição, seja Twitch, YouTube ou mesmo o Facebook Gaming, que nos leva ao tópico de hoje.

Ao The Verge, Phil Spencer, chefe da divisão de games da Microsoft, afirmou que parte da decisão foi a dificuldade para competir em escala com concorrentes como Twitch, YouTube e o próprio Facebook. “Começamos muito atrás, em termos de como os espectadores ativos mensais do Mixer eram comparados com outros grandes concorrentes.”

Parte da estratégia da parceria com o Facebook também envolve o xCloud, serviço de jogos por streaming em desenvolvimento na Microsoft. A ideia é que o xCloud tenha integrações com o Facebook similares as que o Stadia, do Google, tem com demais serviços da gigante das buscas, como o YouTube.

👉 Siga-nos no twitter e instagram