Kotaku atualiza revisão negativa do Microsoft Flight Simulator após leitor apontar erro

Editor voou para o local errado

O artigo original começou com o autor dizendo que queria testar o mantra “voar para qualquer lugar” então ele escolheu um lugar aleatório, Grasberg Mine e voou para lá. Ele não viu quando chegou lá e os primeiros parágrafos 4-5 do artigo foram sobre como o principal ponto de venda do jogo decepciona e não faz jus ao hype. Quando eu li originalmente parecia estranho que ele estava construindo sua revisão em torno deste item tão minuciosamente.

Nos comentários, um leitor verificou isso e apontou que a mina está de fato lá e, que talvez, o autor acabou voando para o local errado. Confira o comentário do leitor abaixo:

Querido Will, se você levou um segundo para tentar rever o game Microsoft Flight Simulator em vez do conceito de nuvem e jogos como um serviço, talvez você teria feito o tutorial, o que teria lhe ensinado a voar VFR (que, aliás, é a única forma de navegação realmente incluída no tutorial).

Esse conhecimento arcaico provavelmente o levaria a descobrir que a Mina de Grasberg é realmente retratada em grande detalhe no Microsoft Flight Simulator.

Imagem do local de onde o revisor disse não existir.

Clique para ver a imagem em tamanho original

Kotaku então fez sua revisão e destacou o erro:

(Correction, 7:20 p.m. An earlier version of this review mistakenly stated that the Grasberg Mine was not in the game. The article has been updated to reflect that it is, with text changed throughout. Kotaku regrets the error.)

Microsoft Flight Simulator é uma franquia de simuladores de vôo virtuais para computador e console. Criado pela Microsoft para uso doméstico, a série conta com 13 títulos disponíveis e o recém lançado, Microsoft Flight Simulator 2020.

Fonte:reddit