Siga-nos:

Kojima escolheu não trazer Metal Gear Solid 4 para o Xbox

Embora hoje em dia tenha sido aparentemente esquecida pela Konami, a franquia Metal Gear foi sem dúvidas um grande marco dos jogos de stealth e seu quarto título principal, um dos principais exclusivos do PlayStation 3.

Compra de exclusividades de jogos não é algo tão incomum, especialmente no caso da Sony e Kojima, que sempre foram próximos. No entanto, parece que não foi bem isso que ocorreu com o jogo.

No livro The Ultimate History of Video Games, Volume 2, Ryan Payton, um antigo desenvolvedor da Kojima Productions, confirmou que a Sony nunca pagou por um acordo de exclusividade por Metal Gear Solid 4, mas que o próprio Kojima preferiu não lançar no Xbox.

A crença predominante na indústria era que a Sony deveria ter garantido um acordo de exclusividade para o jogo. Não era verdade. Se Kojima tivesse escolhido portar o jogo para o Xbox 360, seus chefes certamente teriam aprovado a decisão, mas ele não estava pronto para dar o salto.

No lançamento da Metal Gear Solid: Legacy Collection, Kojima já havia afirmado que o console da Microsoft ficou sem a coletânea devido ao espaço dos discos do Xbox 360. De acordo com ele, a quantidade de dados de Metal Gear Solid IV era “enorme demais” para caber nos discos.

Metal Gear Solid IV foi um dos primeiros títulos a preencher um Blu-Ray de 50 GB no PlayStation 3, enquanto o Xbox 360 utilizava DVDs de 8.5 GB, o que significa que seriam necessários cerca de seis discos para o jogo.

Fonte:gamevicio