Halo Infinite não será lançado em pedaços, diz Phil Spencer

Fala sobre o adiamento do jogo e sabe como isso foi frustrante para os fãs

Um pouco mais de um dia após o adiamento de Halo Infinite, que chocou muitos dos jogadores que esperavam poder experimentá-lo no lançamento da Xbox Series X, agora Phil Spencer revelou o quão difícil foi tomar uma decisão deste tipo.

Em uma entrevista com Gary Whitta em seu talk-show de Animal Crossing, o CEO do Conglomerado de jogos da Microsoft disse:

“Deixe-me começar admitindo aos fãs que tudo isso é um verdadeiro aborrecimento. Os jogadores estão tão tristes quanto nós. Estávamos ansiosos para ter Halo Infinite e o Xbox Series X lançados simultaneamente.”

“Para nós, esse não foi o lançamento de Halo Infinite que esperávamos. Peço desculpas aos fãs, porque não gosto de criar expectativas que não são atendidas.”

“Mas acredito que no longo prazo esta pode ser a decisão certa e para o bem, tanto para o Xbox quanto Halo.”

Também ficou claro na entrevista que Spencer falou extensivamente com Bonnie Ross, chefe da 343 Industries e Matt Booty, chefe do Xbox Game Studios para tentar encontrar uma alternativa para o adiamento drástico e que parece não houve nada a fazer a não ser adiar a data de lançamento.

Parece que a ideia de publicar os vários componentes do jogo, como a campanha e o modo multiplayer online em momentos separados, não agrada a Phil Spencer, que está disposto a disponibilizar tudo em um único pacote.

Isso nega alguns rumores recentes de quê talvez Halo Infinite Multiplayer ainda pudesse ser lançado em 2020 por não ser uma produção da 343 Industries, mas sim da SkyBox, SperaSoft e Certain Affinity, porém Spencer pensa que isso seria ruim para o status geral da franquia Halo, e quer algo completo e sólido para o lançamento.

Lembramos que no momento o jogo ainda não tem uma nova data de lançamento e está chegando em um 2021, exclusivamente para o Xbox Series X, Xbox One e Windows 10.

Fonte:everyeye