Siga-nos:

Fãs de Assassin’s Creed Valhalla estão furiosos com a Ubisoft por priorizar as microtransações

Os fãs de Assassin's Creed Valhalla estão expressando suas frustrações com a forma como a Ubisoft priorizou as microtransações em relação aos DLCs e atualizações pós-lançamento.

Os jogadores de Assassin’s Creed Valhalla não estão felizes com a forma como a Ubisoft lidou com a monetização e o conteúdo pós-lançamento. Antes do lançamento do título, a Ubisoft revelou um plano repleto de conteúdo pago. Comparado com AC Odyssey, tais planos não incluíam tantas DLC gratuitas. Adicione a isso as micro-transações agressivas do Valhalla e terá a receita perfeita para reclamações.

Assim como Odyssey, Valhalla foi lançado com uma série de opções de compra no jogo. No entanto, ao contrário do Odyssey, a Ubisoft não se esforçou para resolver esse problema em seu lançamento mais recente. E os problemas são grandes. Os jogadores que querem uma armadura bonita com bônus de estatísticas decentes devem comprá-las na loja do jogo,. Enquanto isso, os sets de armadura disponíveis no jogo são difíceis de desbloquear ou não aparecem até muito mais tarde. É muito diferente do Odyssey, que tinha uma quantidade exorbitante de equipamentos para os jogadores escolherem.

Os fãs começaram a questionar as prioridades da Ubisoft no início desta semana após uma postagem viralizar no Reddit. A postagem mostra que a loja do jogo atualmente possui nove sets de armaduras à venda, exatamente o mesmo número de sets disponíveis no jogo base. Não ajuda em nada o fato de que a Ubisoft continua a priorizar a distribuição de mais conteúdo monetizado, em vez de lançar atualizações adicionais para melhorar o jogo.

É realmente preocupante que muito do foco da Ubisoft pareça foca nas micro-transações. O fato de a editora estar agora sendo alvo de reclamações por tais práticas também merece atenção. A Ubisoft ainda não se manifestou a respeito. Como a editora irá abordar o assunto ainda é um mistério.