Ex-Diretor e Executivo do Xbox ‘Albert Penello’ diz que gostou do DualSense do PS5

Elogia seu Design e suas Características Únicas, e diz ter curiosidade disso na prática

O DualSense, o novo Controle para o PS5, levou a vários comentários também de figuras historicamente ligadas ao ambiente Xbox, como o ex-gerente Albert Penello, de quem nos lembramos de ser Diretor das Divisões de Marketing, Gestão de Consoles, e Planejamento de Produtos da Microsoft, que expressou sua apreciação e perguntas sobre o novo periférico da Sony.

“Gosto do novo DualSense, ele tem uma aparência futurista e gosto do estilo de armadura como Portal ou Mass Effect. Exigiu escolhas de design corajosas (e caras) para alcançar esse resultado”, disse Penello, “ampliar os gatilhos é um jogada inteligente, mesmo adicionando alguma fidelidade ao sistema de vibração é algo que intriga”.

De acordo com o que você pode ver, Penello provavelmente considera confortável o uso do controle com base em sua aparência, do ponto de vista ergonômico, no entanto, o ex-Xbox também fez alguns elementos presentes que precisariam de mais esclarecimentos e que obviamente poderão ser verificado apenas com um teste prático do controle.

Ele também observou que o controle Stadia é bastante confortável e que ele esperava ver uma evolução mais nessa direção da Sony do que na direção do controle do Xbox 360 e Xbox One, como parece ter acontecido com o DualSense. Além disso, considerando que o design do controle também é geralmente indicativo de inspiração do design do controle do console da Microsoft, e sua curiosidade em relação a isso é alta, segundo Penello.

Em outra mensagem, Penello enfatizou alguns elementos duvidosos e uma série de perguntas sobre o DualSense. Entre esses, destaca-se o fato de o controle ainda se apoiar nos gatilhos inferiores, a preocupação de que as várias linhas de conexão entre os diferentes componentes e materiais, que correm ao longo da alça, possam incomodar aqueles com mãos maiores, após longas sessões de jogo, duvida da conveniência real do microfone embutido, se o Controle funciona com VR ou não e se é compatível com o PS4.

Penello deixou a Microsoft em 2018, após 18 anos de serviço na empresa de Redmond, mas ainda é curioso vê-lo comentando sobre os acertos e problemas da Microsoft e Sony com esse tipo de transparência. Apenas alguns dias atrás, ele apontou que a Sony está fazendo movimentos inteligentes, diz ele, apesar de achar que a Microsoft está com vantagem no momento atual.