Everwild exclusivo do Xbox será uma produção AAA como Sea of Thieves

Everwild será um título tão bom quanto Sea of ​​Thieves

A X019 de 14 de novembro deixou uma boa impressão nos jogadores em relação ao futuro do Xbox, e não só por causa do promissor futuro do Xbox Game Pass, mas também por causa do que vimos de novo no evento. Age of Empires IV foi talvez o que mais chamou atenção, mas temos certeza de que ele compartilhou um pouco dessa atenção com a nova IP anunciada da Rare: Everwild, o qual foi acompanhado por um lindo trailer que nos mostra um título de enorme beleza.

No entanto, Grounded, a nova IP da Obsidian, um título de sobrevivência cooperativo, é claramente um lançamento “menor”, confirmado pelo próprio estúdio, pois não mais de 14 ou 15 pessoas trabalham nele. Alguns podem ter tido a mesma sensação com Everwild, considerando que a Rare ainda está navegando a toda velocidade com seu bem-sucedido Sea of Thieves, o qual continua recebendo novos conteúdos mensalmente.

Em uma entrevista com Aaron Greenberg, o site espanhol Vandal conversou sobre Everwild e o lugar que ele ocupa na Rare em relação aos outros projetos da desenvolvedora. A surpresa para nós foi que Greenberg afirmou que o jogo não é algo experimental: Everwild é o próximo título após Sea of Thieves e que uma equipe secundária foi criada para cuidar dele.

Então o que eles estão fazendo com Everwild… Eles têm uma equipe secundária na Rare que está criando o próximo jogo, a próxima nova aventura da Rare. E é isso que é Everwild. Penso neles como uma equipe que crescerá com o passar do tempo, mas como uma equipe secundária na Rare. Eles têm a equipe do Sea of Thieves e a equipe de Everwild. Eles não criarão várias equipes pequenas para fazer vários jogos pequenos. Eu diria que Everwild é outro grande jogo da Rare, semelhante ao que Sea of Thieves foi, mas obviamente como um tipo único e diferente de jogo.

A X019 de 14 de novembro deixou uma boa impressão nos jogadores em relação ao futuro do Xbox, e não só por causa do promissor futuro do Xbox Game Pass, mas também por causa do que vimos de novo no evento. Age of Empires IV foi talvez o que mais chamou atenção, mas temos certeza de que ele compartilhou um pouco dessa atenção com a nova IP anunciada da Rare: Everwild, o qual foi acompanhado por um lindo trailer que nos mostra um título de enorme beleza.

No entanto, Grounded, a nova IP da Obsidian, um título de sobrevivência cooperativo, é claramente um lançamento “menor”, confirmado pelo próprio estúdio, pois não mais de 14 ou 15 pessoas trabalham nele. Alguns podem ter tido a mesma sensação com Everwild, considerando que a Rare ainda está navegando a toda velocidade com seu bem-sucedido Sea of Thieves, o qual continua recebendo novos conteúdos mensalmente.

Em uma entrevista com Aaron Greenberg, o site espanhol Vandal conversou sobre Everwild e o lugar que ele ocupa na Rare em relação aos outros projetos da desenvolvedora. A surpresa para nós foi que Greenberg afirmou que o jogo não é algo experimental: Everwild é o próximo título após Sea of Thieves e que uma equipe secundária foi criada para cuidar dele.

ENTÃO O QUE ELES ESTÃO FAZENDO COM EVERWILD… ELES TÊM UMA EQUIPE SECUNDÁRIA NA RARE QUE ESTÁ CRIANDO O PRÓXIMO JOGO, A PRÓXIMA NOVA AVENTURA DA RARE. E É ISSO QUE É EVERWILD. PENSO NELES COMO UMA EQUIPE QUE CRESCERÁ COM O PASSAR DO TEMPO, MAS COMO UMA EQUIPE SECUNDÁRIA NA RARE. ELES TÊM A EQUIPE DO SEA OF THIEVES E A EQUIPE DE EVERWILD. ELES NÃO CRIARÃO VÁRIAS EQUIPES PEQUENAS PARA FAZER VÁRIOS JOGOS PEQUENOS. EU DIRIA QUE EVERWILD É OUTRO GRANDE JOGO DA RARE, SEMELHANTE AO QUE SEA OF THIEVES FOI, MAS OBVIAMENTE COMO UM TIPO ÚNICO E DIFERENTE DE JOGO.

No momento Aaron Greenberg não deixa dúvidas de que Everwild será uma grande produção, um título tão grande que aspira a ser um AAA assim como Sea of Thieves. E estamos muito felizes em saber que a Rare já tem uma nova direção definida.