Siga-nos:

Electronic Arts anuncia compra da Codemasters por US$ 1,2 Bilhão

A americana será dona de Project CARS, DiRT, Grid, F1, Operation Flashpoint, e outras franquias

A Electronic Arts fechou um acordo para adquirir a Codemasters por aproximadamente US$ 1,2 Bilhão.

A aquisição, que deve ser concluída no primeiro trimestre de 2021, é baseada em um preço de US$ 7,98 por ação para a editora do Reino Unido.

Como explicação para o acordo, o presidente da Codemasters, Gerhard Florin, disse que ambas as empresas “compartilham a ambição de liderar a categoria de corridas de videogame”.

“Sentimos que esta união proporcionaria um futuro empolgante e próspero para a Codemasters, permitindo que nossas equipes criem, lancem e atendam a jogos maiores e melhores para um público extremamente apaixonado”, disse Florin em um comunicado.

O CEO da Electronic Arts, Andrew Wilson, acrescentou:

“Nossa indústria está crescendo, a categoria de corrida está crescendo e, juntos, estaremos posicionados para liderar uma nova era de entretenimento de corrida.”

“Com o aproveitamento total da tecnologia, experiência de plataforma e alcance global da Electronic Arts, esta combinação nos permitirá aumentar nossas franquias existentes e fornecer mais experiências de corrida que definem a indústria para uma base de fãs global.”

Quando concluído, o negócio irá adicionar uma série de IPs de corrida ao estábulo da Electronic Arts, incluindo F1, DiRT, Grid e Project CARS. A Electronic Arts já possui franquias estabelecidas como Need for Speed, Burnout e Real Racing.

O CEO da Codemasters, Frank Sagnier, e o CFO Rashid Varachia permanecerão nas mesmas funções quando a aquisição for concluída, junto com toda a equipe de gerenciamento executivo sênior da Codemasters.

Este é um desenvolvimento surpreendente na história contínua em torno da aquisição da Codemasters, com a Take-Two Interactive liderando o processo até recentemente. Essa oferta foi significativamente menor, no entanto, avaliando a Codemasters em cerca de US $ 870 Milhões.

Relatórios do interesse da Electronic Arts em adquirir a empresa só surgiram neste fim de semana.

COMPARTILHAR