Siga-nos:

EA realiza reunião para entender o fracasso de Battlefield 2042

Battlefield 2042 até agora não foi nem perto do que se é esperado para um jogo da franquia, superando até mesmo os problemas (já bastante expressivos) de seu antecessor, Battlefield V.

Entre problemas técnicos ainda a serem resolvidos, adiamentos de atualizações importantes e uma certa pobreza de conteúdo, muitos não estão insatisfeitos com o rendimento do título desenvolvido pela DICE, tanto que a própria Electronic Arts já o considera um fracasso crítico e comercial.

Anteriormente, por exemplo, ex-diretores da série criticaram a EA pela situação de Battlefield 2042, enquanto a petição para o reembolso de Battlefield 2042 ultrapassou 200.000 assinaturas, testemunhando quantos usuários não gostaram do trabalho feito com o último e polêmico episódio da longa série.

Ciente da situação, a EA realizou uma grande reunião interna para discutir o jogo e seu complicado estado atual, na tentativa de entender os motivos pelos quais Battlefield 2042 não obteve a resposta desejada.

E entre os motivos que surgiram, um é bastante curioso. A estreia (e sucesso) surpresa de Halo Infinite Multiplayer Beta, que ocorreu em 15 de novembro de 2021 (próximo ao lançamento de Battlefield 2042 que aconteceu em 19 de novembro), trazendo de forma ainda mais mais clara todos os limites e problemas técnicos do título da EA, que teve que rivalizar com um produto muito mais refinado e cuidado nesses aspectos, aumentando assim a percepção negativa do público em relação ao Battlefield 2042.

A partir daqui, a EA entendeu que os usuários hoje toleram um produto mal acabado do lado técnico com muito mais dificuldade, razão pela qual se comprometeu, em conjunto com a DICE, a revitalizar o jogo nesta área com atualizações.

Entre outros motivos relacionados às dificuldades de desenvolvimento, a COO da EA, Laura Miele, também cita a Frostbite Engine 4 e a necessidade de atualizá-la rapidamente para dar suporte ao Battlefield 2042 como fator negativo, uma vez que só esse processo dxigiu 18 meses de trabalho para toda a equipe.

Por fim, Miele menciona o impacto negativo da pandemia de Covid-19, que dificultou muito o desenvolvimento de um título descrito como muito ambicioso.

Apesar dos inúmeros problemas e das razões por trás deles, a EA e a DICE continuarão apoiando o jogo, atualizando-a pouco a pouco com novos patches que corrigem ainda mais os vários bugs encontrados, além de vários novos conteúdos e a estreia da 1ª temporada, que recentemente foi adiada.

Battlefield 20242 já está disponível no Xbox Series X|S, Xbox One, PS5, PS4 e PC.

Fonte:gamevicio