EA Games espera usar o Xbox Game Pass para vender microtransações e jogos antigos

EA quer impulsionar as microtransações e voltar às vendas de jogos por catálogo, por isso está incluindo o EA Play gratuitamente com o Xbox Game Pass

A EA está trazendo seu catálogo de jogos próprios para o Game Pass gratuitamente. Este é um movimento de negócios cuidadosamente projetado que tem implicações de longo alcance.

Hoje a Microsoft anunciou uma oferta de valor para próxima geração: primeiro, o Xbox Series S permite jogos de próxima geração em 1440p e Ray Tracing por US$ 299, e o Xbox Series X foi confirmado por US$ 499, tornando-o o mais acessível para jogos em 4K/60 fps+. Mas a verdadeira bomba envolve o Xbox Game Pass.

O EA Play está chegando ao Game Pass Ultimate no PC e no Xbox sem nenhum custo extra. Normalmente, o EA Play custa R$ 19,90 por mês (pode variar em outras plataformas), mas agora está incluído gratuitamente na assinatura do GP Ultimate de R$ 40 por mês. Por que a EA se envolveria em um serviço potencialmente competitivo? É simples, na verdade: a EA quer usar o Game Pass para vender microtransações e vendas de jogos.

O EA Play chegando ao Game Pass é um caso clássico de “se você não consegue vencê-los, junte-se a eles”. A EA conhece o Efeito Game Pass, um fenômeno que leva os assinantes a comprar mais jogos. Mas a EA está mais interessada em microtransações.

Clique para ver a imagem em tamanho original

Dos 89 jogos disponíveis no EA Play no Xbox, 48 deles, ou 54%, são monetizados com microtransações. Esta é uma distinção extremamente importante.

A EA se preocupa mais com serviços e monetização, e o Game Pass é o caminho perfeito para ganhos. O Game Pass é uma excelente maneira de continuar ganhando dinheiro com jogos como Battlefield V e Battlefront II que tiveram fim em seus ciclos de vida e que não recebem atualizações.

Em virtude de seu serviço all-you-can-play, o Game Pass promove o envolvimento online. Os jogadores estão mais ansiosos para experimentar novos jogos e experimentar as ofertas, mas eles precisam estar conectados para fazer isso. Uma rica variedade de jogos multiplayer também mantém os jogadores presos. A EA sabe que uma parte dos assinantes do Game Pass já está online por padrão, então espera atrair esses usuários para seus jogos de esportes de grande sucesso como FIFA, Madden e NHL e monetizá-los com conteúdos adicionais.

Há também alguns ótimos jogos singleplayer aqui que incentivam a compra de jogos completos. Qualquer pessoa que investe em uma campanha de Dragon Age e depois fica sem tempo de assinatura do Game Pass Ultimate tem mais chances de comprar o jogo para continuar a experiência.

Ou você pode simplesmente continuar inscrito no Game Pass Ultimate. Quem mais precisa comprar jogos quando você pode apenas alugá-los por custos menores ao longo do tempo? Essa é a lógica que construiu o império de serviços de bilhões de dólares da Microsoft.

Abaixo, catalogamos a lista completa de jogos EA Play no Xbox e os separamos em títulos monetizados e não monetizados.

Quando nos referimos à monetização, estamos falando principalmente sobre compras no jogo por meio de moedas virtuais. Alguns jogos desta lista, como Dragon Age: Origins, Dragon Age 2 e Mass Effect 2, todos têm DLC que podem ser comprado. É importante notar que alguns DLC pagos para jogos estão incluídos gratuitamente. Isso inclui DLCs de carros extras para Need for Speed Rivals. Mas qualquer jogo com uma moeda premium ainda é monetizado de acordo.

Clique para ver a imagem em tamanho original
Fonte:tweaktown