Siga-nos:

EA confirma que continuará a fazer grandes aquisições

Historicamente sendo lembrada mais por suas grandes aquisições do que necessariamente dos jogos, a Electronic Arts (EA) confirmou durante o seu recente relatório fiscal do último trimestre que vai entrar na “Guerra de Aquisições”.

Andrew Wilson, CEO da Electronic Arts, afirmou que a empreda vê um grsnde futuro num mercado com mais de 1 bilhão de jogadores, e quer colocar as IPs da empresa no centro de tudo o que os jogadores assistem, jogam, comentem e criem.

Isso foi dado ênfase por Wilson ao falar de aquisições que a EA fez ao longo de todo o ano de 2021, como a da Codemasters (US$ 1,1 bilhão), Playdemic (US$ 1,4 bilhão), Glu Mobile (US$ 2,1 bilhões) e Metalhead Software (US$ 88 milhões). Ele confirma que a EA não tem qualquer interesse de se vender, mas sim de comprar e crescer nesse momento em que a indústria de videogames passa por sua maior consolidação, tal como a indústria do cinema e da música já vem passando há algum tempo.

Ele finaliza dizendo que a Electronic Arts continuará olhando para os Jogos NFTs e Blockchain ao longo do tempo, dado o papel da colecionabilidade nos jogos (comunidade, escassez, prova de autenticidade, valor), mas que a EA em si está focada atualmente em entregar novos jogos e crescer de tamanho ao longo dos futuros meses e anos.

Fonte:gamevicio