Diretor de Call of Duty Black Ops Zombies e Chefe da Treyarch deixa a empresa

O Diretor da Treyarch, Jason Blundell, uma das principais mentes e criações da série Call of Duty: Black Ops, anunciou sua saída do estúdio nesta Sexta-feira. Blundell foi um membro essencial do desenvolvimento do modo de jogo Zombies da série e trabalhou em jogos da série que remontam ao Call of Duty 3 em 2006, como um de seus produtores, além de ter sido Diretor no Modo Campanha e Zombies em Black Ops 1 e 2.

A notícia foi compartilhada na tarde de sexta-feira na conta oficial do Treyarch no Twitter. A Activision não confirmou se o estúdio está trabalhando no próximo lançamento da série Call of Duty, levando em conta também o fato da Sledgehammer Games já estar procurando funcionários para o novo Call of Duty, dá a se entender que o rumor anterior de que a Treyarch assumiria COD nesse ano se desfez.

Blundell juntou-se à Treyarch em uma época em que o estúdio de propriedade da Activision era mais conhecido por trabalhar em propriedades licenciadas, incluindo o favorito dos fãs de Spider-Man 2. O trabalho de Infinity Ward na série elevou-o ao domínio principal de Call of Duty 4: Modern Warfare, mas a Treyarch manteve a série no topo com World at War e as séries Black Ops.

Os fãs responderam muito bem ao modo de jogo Zombies desenvolvido pela Treyarch, que estreou como zumbi nazista em World at War e cresceu além das entradas do próprio estúdio para se tornar um elemento da série em geral. A jogabilidade baseada em ondas, focada na cooperação, cresceu em complexidade e profundidade ao longo da série, com os jogadores ainda encontrando ovos de páscoa nos mapas de Zombies, muito tempo após o lançamento.

O trabalho de Blundell em Zombies passou de um papel de produção sênior em vários mapas do World at War para um crédito de produtor executivo nas quatro entradas do Black Ops, onde foi o Diretor das Campanhas de Black Ops, além de ser o Studio Head no Black Ops Zombies desde então. O modo passou de um projeto paralelo experimental estranho para uma parte essencial do que manteve os fãs de Call of Duty voltando à série ano após ano, às vezes apenas para a experiência de Zombies.

A franquia Call of Duty pode não ter o mesmo nível de domínio absoluto que possuía no auge da série, mas a Activision ainda parece ter a intenção de impedir que ela desacelere como outras franquias que acontecem anualmente como Assassin’s Creed. Não está claro como serão os próximos passos do próximo jogo, mas em breve deveremos saber qual Call of Duty lançará em 2020.

Tradução da fonte:gamerant