Siga-nos:

Criador do Xbox temia que tudo tivesse acabado no Xbox One

"Houve um momento..."

Temos ouvido muito do Seamus Blackley, “Pai do Xbox”, nas últimas semanas para comemorar o 20º aniversário do Xbox , e ele mencionou no Twitter ontem que sentiu que o Xbox One quase acabou com a marca por completo.

Em resposta a um comentário sobre o documentário Power On: The Story of Xbox, Blackley (que era um membro importante da equipe do primeiro Xbox) revelou que “houve um momento, no lançamento do Xbox One, em que temi que tivesse acabado“.

Muito se tem falado sobre os problemas do lançamento do Xbox One em 2013, o que acabou levando o então chefe do Xbox, Don Mattrick, a deixar a Microsoft, e o atual chefe, Phil Spencer, em seu lugar. No documentário Power On, Don Mattrick admitiu que ” [desejava] que eu tivesse tido a oportunidade de ficar para executar a visão [do Xbox One] “.

Sem dúvida, o PS4 da Sony teve uma geração melhor em termos de vendas em comparação com o Xbox One, mas graças a Phil Spencer e sua equipe, a Microsoft finalmente conseguiu virar a sorte do Xbox e evitar que a marca fosse destruída por completo. Spencer destacou em 2020 que foi ” o maior desafio que tive em minha carreira “.