Criador de The Last of Us ‘Neil Druckmann’ faz críticas a Cortana de Halo por ser sexualizada

Neil Druckmann provou ser alguém que prioriza bastante suas ideologias politicas

Neil Druckmann, criador do The Last of Us, fez duras críticas a diversas personagens dos games, dentre elas a lendária Cortana de Halo as quais segundo ele, são personagens ‘sexualidas, objetivadas e marginalizadas’.

O caso aconteceu a algum tempo, e como resultado da polemica dos spoilers que rolaram nessa semana envolvendo The Last os Us 2, as pessoas trouxeram de volta a fala de Neil quando, em uma conferencia, disse o que pensa a respeito da construção das personagens femininas não só nos games, como em filmes e livros. Segundo Neil.

“Quer gostemos ou não, essas são Personagens modelo. E ainda os sexualizamos, objetivamos, marginalizamos. E reduzimos essas personagens femininas a muito menos do que podem ser. Então, ao trabalhar em The Last of Us, levei tudo isso em consideração “, confessou o criador do jogo em um evento”, diz Druckmann na conferência.

Além de Cortana, Neil também fez ataques a Quiet de Metal Gear Solid V e Ayane de Dead or Alive. Segundo ele, essas personagens não representam os ideais corretos, já que claramente possui uma agenda politica muito forte em seu trabalho. Porém falta pra Neil um pouco mais de consciência social, uma vez que há diversas denuncias contra a Naughty Dog, empresa que ele trabalha, sobre a prática do Crunch e de salários atrasados. Seria bom para ele repensar quais deveriam ser suas prioridades.

👉 Siga-nos no twitter e instagram