Comparação entre os dois controles DualSense do PS5 vs Xbox Series X

As opiniões podem variar sobre qual controle é mais bonito

A Sony revelou recentemente o DualSense, o controle do PlayStation 5, e a recepção de seu design foi interessante, para dizer o mínimo. Mas estamos aqui hoje para fazer uma comparação entre ele e o controle do Xbox Series X com base no que sabemos sobre a estética, os recursos e a ergonomia de ambos. Sem mais delongas, vamos a isto!

DESIGN

Não há surpresas aqui para os fãs hardcore do Xbox. O controle do Xbox Series X é bastante similar ao controle padrão do Xbox One, com uma pitada do Controle Elite Series 2. Desde a colocação do botão “connect” no canto superior direito até o botão de inicialização clássico do Xbox no centro, o design é destinado a evocar familiaridade. E isso é perfeitamente bom.

Clique para ver a imagem em tamanho original
Controle PS5

Por isso, é com alguma ironia que a Sony decidiu trazer essa mesma familiaridade com o design do DualSense. O DualShock 4 adotou uma abordagem mais suave e menos angular, mas ainda assim capturou o essencial de seus antecessores. O DualSense tem os pegadores mais curvados em relação ao DualShock 4.

A barra de luz era na parte superior no DualShock 4 – agora está localizada nos dois lados do touchpad no DualSense. Em vez de uma tonalidade uniforme, o DualSense emprega um design de cores em dois tons. A região ao redor dos pegadores é preta, assim como os gatilhos e os botões dos ombros. O restante do controle é branco. É ousado e distinto.

As opiniões podem variar sobre qual controle é mais bonito, mas a abordagem adotada pelas duas empresas é fascinante.

RECURSOS

Em termos de recursos, os dois controles possuem fones entradas para fone de ouvido e portas USB-C, sendo este último usado para carregamento. Ambos têm seu próprio ponto de vista sobre o compartilhamento, com o controle do Xbox Series X possuindo um botão “Compartilhar” dedicado, localizado logo abaixo do botão de inicialização na frente. O DualSense possui um botão “Criar”, que traz “novas maneiras de os jogadores criarem conteúdo épico de gameplay para compartilhar com o mundo ou apenas para se divertir”, conforme a Sony. Teremos que aguardar mais detalhes sobre qualidade e resolução da mídia compartilhada nos dois consoles.

Clique para ver a imagem em tamanho original
Controle Xbox Series X

Sobre os recursos: O controle do Xbox Series X possui um novo D-pad híbrido semelhante ao Xbox Elite Controller Series 2; Entrada dinâmica de latência que promete latência reduzida, ou pelo menos milissegundos menor que o atual padrão de 8ms, resultando em comandos “ainda mais instantâneos”; e suporte para consoles Xbox One, teclados e fones de ouvido. Feedback háptico e gatilhos que vibram também fazem parte do pacote. Um novo recurso interessante é que o controle do Xbox Series X “lembrará” os diferentes dispositivos que foram usados o que permitirá uma alternância mais uniforme entre as plataformas. O controle do Xbox Series X pode ser alimentado por baterias, pilhas e cabos.

O DualSense apresentará feedback háptico e gatilhos adaptáveis ​​que trabalham juntos para simular diferentes interações. O último é interessante porque influencia a quantidade de “resistência” que você sente ao pressionar o gatilho e deve resultar em jogabilidade mais imersiva (um exemplo é a tensão sentida ao desenhar um arco para disparar uma flecha). Recentemente, o líder de áudio da Naughty Dog, Robert Krekel, falou sobre oportunidades “muito legais” para incorporar áudio ao feedback háptico, embora não tenham sido fornecidos exemplos.

Há uma bateria interna recarregável, o que já estava presente nos controles anteriores, e a Sony disse que a duração da bateria do DualSense será maior. Um microfone embutido também foi confirmado para bate-papos improvisados. De acordo com uma patente que surgiu antes da revelação do controle, o microfone pode filtrar o ruído de fundo e se concentrar na voz do jogador. O que é ótimo, mas um fone de ouvido dedicado foi recomendado para conversas mais longas.

Clique para ver a imagem em tamanho original
Controle PS5

Uma observação no D-Pad – ele ainda consiste em quatro botões de seta diferentes, com um espaço no meio, semelhante ao DualShock 4. Se você gosta do atual D-Pad do DualShock 4, então não terás problemas com este. Em relação ao suporte ao PS4, a Sony não mencionou explicitamente se o DualSense funcionaria com os consoles de geração anterior.

ERGONOMIA

Finalmente, chegamos à ergonomia, a pegada que controle possui. A Sony afirmou que o DualSense foi testado por uma “ampla gama de jogadores com diversos tamanhos de mãos” e possui excelente ergonomia. Embora pouco tenha sido dito sobre o acabamento e os materiais utilizados, o ângulo dos gatilhos e sua aderência foram ligeiramente alterados. A Sony também não falou muito sobre as dimensões ou o peso do controle (o que, para ser justo, a Microsoft também não), mas seu foco é manter o DualSense razoavelmente leve, considerando os novos recursos e a vida útil da bateria.

Quanto ao controle do Xbox Series X, o designer sênior Ryan Whitaker diz que foi criado para acomodar uma ampla variedade de tamanhos de mãos. Para ajudar jogadores com mãos menores, o controle foi projetado tendo em mente o tamanho médio da mão de uma criança de 8 anos. Segundo Whitaker, isso melhorou a “acessibilidade e o conforto de centenas de milhões de pessoas sem afetar negativamente a experiência de quem tem mãos maiores”.

Clique para ver a imagem em tamanho original
Controle Xbox Series X

Os contornos do controle do Xbox Series X são um pouco mais arredondados, enquanto os ‘grips’ foram cuidadosamente esculpidos. As peças dos gatilhos foram ligeiramente reduzidas e arredondadas e você notará saliências nos gatilhos e nos grips para uma dar uma melhor aderência. Um acabamento fosco adorna os botões, juntamente com o D-Pad. Falando nisso, você notará que ele parece um prato para poder fornecer espaço de descanso para o polegar. Ele deve oferecer um “aumento de desempenho imediato”, mas, novamente, são necessários mais testes.

No geral, é impossível declarar qual controle tem uma pegada melhor ou qual é mais funcional sem testes extensivos em estilos de jogos diferentes. A extensão total de seus recursos ainda não foi revelada e ainda precisamos de números concretos sobre dimensões, capacidade da bateria, peso e assim por diante. A Microsoft está transformando o seu controle prêmio (Elite Series) no padrão com o controle do Xbox Series X. A Sony, por outro lado, está optando por uma estética totalmente nova, incorporando várias tecnologias novas. Ambas as opções são empolgantes e mal podemos esperar para ver o que está por vir, mas será uma longa espera.