Siga-nos:

Co-criador do Xbox diz que Xbox Game Pass é perigoso para a indústria

Nessa geração a maior jogada da Microsoft foi sem dúvidas o Xbox Game Pass, um serviço que traz uma enorme catálogo de jogos por um excelente custo-benefício, sem contar a disponibilidade dos títulos da empresa já no lançamento para os assinantes, sem custo adicional.

Embora os jogadores pareçam bem entusiasmados com o futuro por serviços, nem todos possuem a mesma visão, como é o caso de Ed Fries, co-criador do Xbox e antigo vice-presidente de publicação de jogos da Microsoft.

Em uma recente conversa com o canal Xbox Expansion Pass, Ed Fries falou a respeito do impacto que o serviço pode ter na indústria dos jogos, dizendo estar nervoso com o futuro desse mercado.

Ele compara o Xbox Game Pass com o Spotify, afirmando que o “Xbox Game Pass me assusta porque há uma coisa um tanto parecida chamada Spotify, a qual foi criada para o mundo da música”.

De acordo com ele, após o Spotify se popularizar, as pessoas pararam de comprar músicas, se focando apenas nos serviços. O medo de Ed é que o mesmo aconteça com a indústria dos jogos.

As pessoas não compram músicas no iPhone. Por que você compraria? Elas estão todas no seu aplicativo de serviço de assinatura. A Apple disse que vai retirar a compra de músicas porque ninguém mais as compra.
Portanto, temos que ter cuidado para não criarmos o mesmo sistema no negócio de jogos. Esses mercados são mais frágeis do que as pessoas imaginam. Vi a indústria de jogos se destruir no início dos anos 80. Vi o negócio de software educacional se destruir em meados dos anos 90… eles literalmente destruíram um mercado multibilionário em poucos anos.

Embora admita que o Xbox Game Pass seja um ótimo negócio para os jogadores, ele pode não ser tão saudável para a indústria de jogos ao longo do tempo, afetando-a de forma negativa.

Fonte:gamevicio