Siga-nos:

Chris Capossela diz que o Xbox Game Pass é bom para as editoras

Segundo Chris Capossela, as pessoas inscritas no Xbox Game Pass passam 20% mais tempo jogando.

O grande Xbox Game Pass, o principal serviço de assinatura que temos hoje em dia de jogos que foi criado pela Microsoft para seus consoles Xbox e PC com Windows 10 é um grande sucesso em todo o mundo com milhares de assinaturas e segundo o Diretor de Marketing da Microsoft, Chris Capossela, o Xbox Game Pass é bom para os editores e jogadores. Isso foi dito por ele na Evercore ISI TMT Conference.

“Sou um grande fã de jogos. Eu também adoro jogar. E eu simplesmente amo como estamos comprometidos com esse negócio. Para aqueles que não estão realmente familiarizados com ele, jogos são um grande negócio. O mundo dos jogos era uma espécie de divisão entre os jogadores do PC, que são obstinados apenas no PC, e os jogadores de console, que amam seu console específico, seja o Xbox, Playstation, Switch ou dois deles.

Mas o que vimos como a tecnologia está cada vez melhor, os jogadores realmente jogam em muitas plataformas. Eles não jogam apenas no console ou apenas no PC. Então, nós realmente tentamos mudar o modelo de negócios da forma como abordamos os jogos para colocar o jogador mais no centro, para que nossa promessa seja que – ei, você pode jogar os jogos que ama com as pessoas que ama, porque a parte social é uma grande parte dos jogos, e a comunidade é uma grande parte dos dispositivos que você adora.

Assim, com o Xbox Game Pass, você basicamente paga uma taxa mensal para acessar centenas de jogos. Você não precisa comprar o jogo se não quiser. Você pode apenas jogar aquele jogo, então você pode jogá-lo no console ou no PC, mas também estamos com nossa assinatura de nível mais alto, hospedando consoles em nossos próprios data centers e transmitindo esses jogos para uma variedade de terminais, até mesmo um telefone Android com o xCloud.

E em breve estaremos testando no iPhone e no iPad por meio do navegador, bem como, é claro, em PCs com Windows, então, você pode pensar nisso como streaming de jogo para muitos, muitos terminais, na verdade bilhões de terminais diferentes. Portanto, é menos centrado no console ou no PC. É muito mais centrado em jogos e o último número que anunciamos é de 18 milhões de assinantes no Xbox Game Pass em todo o mundo.

Só estamos nisso há um período relativamente curto de tempo, por isso estamos entusiasmados com esse crescimento. Como você viu no terceiro trimestre, nossa receita de jogos cresceu 50%, o que é uma loucura. Parte disso é impulsionado pelos novos consoles, Xbox Series X e Series S, mas muito disso, francamente, é impulsionado por assinaturas e conteúdo e serviços além dessas assinaturas.

Vou apenas compartilhar algumas estatísticas malucas: uma das coisas com que ficamos maravilhados é que posso olhar para alguém antes de ser um assinante do Xbox Game Pass e depois de ser um assinantedo Xbox Game Pass, e nós descobrimos que uma vez que alguém se inscreve no serviço, ele passa 20% mais tempo jogando.

Então, eles vão ainda mais fundo nos jogos. Eles estão jogando 30% mais gêneros, então eles estão explorando assim como uma pessoa da Netflix pode explorar documentários ou comédias, mesmo que seja uma pessoa que goste de filmes de ação. 30% mais gêneros. E eles estão jogando 40% mais jogos no geral, incluindo jogos fora da assinatura. E assim, para os desenvolvedores de jogos, o Xbox Game Pass é uma maneira incrível de exibir seu conteúdo aos jogadores. Por isso é um modelo em que tanto os editores quanto os jogadores saem ganhando.”