Siga-nos:

Chefe do Xbox fala sobre o impacto de Epic Games vs Apple para a Microsoft

Spencer apoia totalmente a Epic nessa guerra contra a dona do iPhone

Nas colunas do The Verge, Phil Spencer discutiu as possíveis consequências para a Sony, Microsoft e Nintendo da amarga batalha legal entre a Epic e a Apple pelo Fortnite nos sistemas iOS.

Mais do que a espinhosa questão da liberalização dos pagamentos no aplicativo que desencadeou o processo da Apple contra a Epic Games, o principal CEO do Xbox da Microsoft Gaming and Entertainment olha para o debate que está ocorrendo sobre a questão, não menos importante, de 30% de comissões que os desenvolvedores devem pagar aos gestores das plataformas digitais nas quais desejam oferecer seus jogos ou aplicativos.

A esse respeito, Spencer explica que:

“Se você olhar as coisas da perspectiva certa, entenderá que há 1 Bilhão de telefones celulares no planeta. Mas essas são plataformas de computação geral, enquanto os consoles realmente fazem apenas uma coisa, que é oferecer videogames.”

“Para nós, é um mercado que empurra para vender hardware com prejuízo, a fim de tentar ganhar dinheiro com a venda de conteúdo como jogo, além dos serviços temáticos de cada plataforma.”

O Presidente e CEO do Xbox então analisa as possíveis consequências para a Microsoft, Sony e Nintendo da ação judicial entre a Apple e a Epic, especialmente sobre o assunto de impostos e comissões aplicadas aos desenvolvedores, para sublinhar como:

“Acho que mais de 200 milhões de consoles foram vendidos nesta geração, que ainda vale menos de um ano de vendas de smartphones. Não chegamos nem perto desse volume de vendas.”

“As pessoas fazem esse tipo de avaliação em plataformas de distribuição digital e acham que a escala dos mercados não importa. Mas é, a escala realmente faz a diferença. Quando você faz certas avaliações sobre como acessar certas plataformas abertas, esses fatores realmente importam, e eles importam ainda mais do ponto de vista jurídico.”

Sobre o assunto da batalha legal entre a Apple e a Epic, Phil Spencer já interveio e reafirmou o apoio da Microsoft à causa dos autores do Fortnite, colocando também o Xbox contra as atitudes atuais da Apple.

Fonte:theverge