CEO da Sony diz que serviço de assinatura de jogos como o ‘Xbox Game Pass’ é o futuro

Busca atingir um público maior em outras plataformas graças aos jogos em Nuvem.

Os Jogos via Poder da Nuvem, Streaming e Serviços Remotos (como Xbox Game Pass) são termos com uma importância crescente no mundo dos videogames, e a Sony está ciente do valor agregado implícito por essas funções que os consumidores enfrentam.

É por isso que Kenichiro Yoshida, CEO e Presidente da Empresa, destacou a importância deles para a estratégia futura do PlayStation e seu console de nova geração, o PlayStation 5.

Durante a última reunião de estratégia corporativa da Sony (via VentureBeat), o presidente garantiu que a empresa está fazendo um grande investimento no desenvolvimento de jogos para PS5, algo que era esperado.

O mais interessante é que o executivo mencionou posteriormente que PlayStation quer ir muito além do jogo tradicional, falando do modelo típico de desktop e que busca atingir um público maior graças aos Jogos em Nuvem, Jogos via Streaming e experiências para Celulares.

Dessa forma, Yoshida falou sobre a tecnologia Remote Play atualmente disponível em seus consoles, que permite que os jogos sejam retransmitidos de um console PS4 para telefones e computadores na mesma rede.

Essa tecnologia será mantida no PS5, e Yoshida apontou que os jogadores poderão desfrutar de seus jogos em qualquer lugar, seja digital ou físico, graças a essa tecnologia, à medida que novos serviços de jogos são desenvolvidos e com o lançamento de novos celulares que aproveitem a expansão do 5G.

Ele também falou sobre o PlayStation Now, o catálogo de jogos PlayStation que permite streaming de jogos para PC e PS4.

Aqui, depois de saber que o serviço dobrou seus usuários no ano passado, Yoshida prometeu expandir ainda mais o catálogo com novos Jogos Triple A e também mencionou um detalhe muito importante: Eles querem oferecer acesso via 5G ao PS Now, algo que visa a futura chegada do PS Now em dispositivos móveis como Android e iOS (como o xCloud do Xbox).

“Nos últimos 5 anos, confirmamos que os jogadores veem valor no serviço e acumulamos tecnologia e patentes para minimizar a latência”, afirmou o gerente.”

Nessa mesma reunião, a empresa falou precisamente sobre a importância do seu acordo com a Microsoft em relação às tecnologias em Nuvem.

Mas, finalmente, Kenichiro Yoshida estava falando em investir mais em jogos para dispositivos móveis (Mobile) o que reforça esse sentimento de que a Sony e a PlayStation querem diversificar seus investimentos na nova geração.

Veremos o progresso que a Sony faz nesses campos nos próximos anos, em uma geração em que os analistas prevêem 6 milhões de PS5 vendidos nos primeiros meses.

Fonte:3djuegos