Siga-nos:

CD Projekt RED explica os motivos que levaram próximo The Witcher na Unreal Engine 5

No próximo jogo da CD Projekt RED não há certezas, exceto uma: o novo The Witcher será feito no Unreal Engine 5. A empresa polonesa rompeu com sua REDengine e decidiu adotar um motor gráfico de nova geração para moldar o futuro dos videogames da marca.

Pawel Zawodny, CTO da CD Projekt, revelou mais informações sobre as razões que levaram a empresa a esta importante revolução:

“Foi a mudança para o suporte de mundo aberto que chamou a nossa atenção para o Unreal Engine 5, esta é a principal razão.”
“Isso abriu um novo capítulo para nós. Queremos muito ver como nossa experiência na criação de jogos de mundo aberto pode ser combinada com todo o poder de engenharia da Epic”, acrescenta Zaowdny, que ressalta que o objetivo final é “fazer algo extraordinário no final.”

Entre os outros membros do CD Projekt RED, o diretor de arte Jakub Knapik destaca que, dado o grande número de desenvolvedores no mundo que já usam o Unreal Engine, a equipe poderá capitalizar as experiências de outros para moldar sua nova produção.

Por fim, o diretor do novo The Witcher, Jason Slama, destaca como o UE5 é um motor gráfico perfeito para dar um alto nível de estabilidade a um mundo aberto rico, algo que pra acontecer, necessita de motores gráficos de alto desempenho devido às inúmeras variáveis ​​que esse estilo de jogos traz em um nível artístico e técnico.