Siga-nos:

Bobby Kotick tentou vender a Activision Blizzard para o Facebook

Um novo relatório divulgado pela Bloomberg, afirma que o CEO da Activision Blizzard, Bobby Kotick, tentou vender a empresa para o Facebook antes de aceitar uma oferta da Microsoft. Isso supostamente ocorreu após as consequências das alegações de assédio e abuso sexual do ano passado. Entre outras coisas, o relatório também revela que a Microsoft estava de olho no controverso gigante dos videogames já em 2020.

Embora a Microsoft tenha abordado a Activision Blizzard sobre o tema das aquisições em 2020, Kotick não estava interessado. Então, em novembro de 2021, o Wall Street Journal divulgou uma reportagem bombástica que afirmava que Bobby Kotick sabia de vários casos de assédio sexual e abuso no local de trabalho na empresa. Isso resultou na queda de 15% das ações da Activision Blizzard. A Bloomberg relata que esses eventos levaram o chefe do Xbox, Phil Spencer, a abordar Kotick mais uma vez com uma oferta para adquirir a empresa.

No entanto, Kotick ainda mostrou hesitação em relação à oferta e olhou para outros potenciais pretendentes. Kotick foi para a Meta Platforms – a empresa controladora do gigante de mídia social Facebook – e outra grande corporação, mas ambos os negócios fracassaram. Eventualmente, Kotick voltou para Spencer para falar sobre uma possível aquisição. Ambas as empresas trabalharam durante as férias para solidificar o acordo que transformaria a Microsoft em uma entidade de jogos ainda maior.

Bobby Kotick pode não fazer mais parte da empresa depois que Phil Spencer assumir o cargo de CEO da Activision Blizzard em 2023.

Fonte:gamevicio