Siga-nos:

Bobby Kotick considerou comprar os sites de jogos Kotaku e PC Gamer

O CEO da Activision Blizzard, Bobby Kotick, estava interessado em adquirir sites da imprensa jornalística de videogames numa tentativa desesperada de mudar as notícias a respeito de relatórios falando sobre baixo salário, abusos sexuais e outros problemas internos que a empresa vem passando nos últimos anos, foi reportado.

Um novo relatório do Wall Street Journal (WSJ) detalha as razões pelas quais a aquisição da Activision Blizzard pela Microsoft foi provavelmente facilitada devido a problemas contínuos na empresa.

No entanto, uma seção próxima ao final do relatório afirma que, antes da aquisição, Kotick estava considerando a possibilidade de comprar certos veículos principais de informação do mundo dos videogames.

De acordo com o relatório, Kotick queria possuir essas veículos de informação em uma tentativa de “pintar a Activision Blizzard de uma forma positiva novamente.”

“O Sr. Kotick estava ansioso para mudar a narrativa pública sobre a empresa e, nas últimas semanas, sugeriu que a Activision Blizzard fizesse algum tipo de aquisição, incluindo a compra do comércio de veículo jornalístico como Kotaku e PC Gamer, de acordo com pessoas familiarizadas com ele”, disse o comunicado.

A G/O Media (a empresa controladora da Kotaku) se recusou a comentar e a PC Gamer não respondeu a um pedido de comentário. A Microsoft anunciou na terça-feira que pretende adquirir a Activision Blizzard por US$ 95 por ação, em uma transação em dinheiro avaliada em US$ 68,7 bilhões, colocando a editora dentro da aba Xbox Division (sob o nome Microsoft Gaming).

O acordo, que dará ao Xbox a propriedade exclusiva de IPs como Call of Duty, WarCraft, Overwatch, Crash Bandicoot, Guitar Hero, Diablo, StarCraft e muito mais, deve ser fechado durante o ano fiscal da Microsoft, que termina em 30 de junho de 2023.

Fonte:gamevicio