Battle Royale Warzone de Call of Duty será lançado em Março, diz rumor

O modo battle royale também será lançado como um jogo independente de graça, com a opção de os jogadores comprarem uma 'atualização' para a versão completa de Modern Warfare.

A Warzone de Call of Duty, o modo Battle Royale do jogo, será lançado no início de março, conforme sugerido por fontes ao site VGC.

Desenvolvido em colaboração entre a Infinity Ward e a Raven Software, o tão aguardado jogo battle royale foi alvo de grandes especulações na semana passada, alimentadas pela descoberta de dados da Warzone nos arquivos de Modern Warfare.

Foi sugerido que Warzone poderia chegar nos próximos dias, no entanto, de acordo com o VGC, o modo vai demorar “ao menos algumas semanas” e não sofrerá quaisquer atrasos inesperados, provavelmente sendo lançado no início de março.

Levando em conta que as atualizações de Modern Warfare geralmente são lançadas nas terças-feiras, 10 de março é o dia mais provável para ser a data de lançamento de Warzone.

Quando sua data de lançamento chegar, o Warzone será desbloqueada instantaneamente para todos os proprietários de Modern Warfare, indicaram as tais fontes.

O modo battle royale também será lançado como um jogo independente de graça, com a opção de os jogadores comprarem uma ‘atualização’ para a versão completa de Modern Warfare.

Warzone provavelmente compartilhará a progressão com o passe de batalha já existente de Modern Warfare, com os cosméticos também disponíveis no modo battle royale.

Fontes próximas ao desenvolvimento do jogo indicam que os planos oficiais de marketing do Warzone começarão esta semana, quando criadores de conteúdo convidados visitarem o estúdio para jogar e gravar o modo battle royale antes de um anúncio futuro.

Assim como o bem-sucedido jogo para celular da série, a Activision espera que Warzone atraia novos jogadores para o ecossistema de Call of Duty e os mantenha envolvidos com atualizações frequentes de conteúdo, algumas das quais serão monetizadas.

A editora enxerga Warzone como um ponto de entrada mais acessível para a série Call of Duty para aqueles que pararam – ou ainda não começaram – de investir nos lançamentos anuais da série.

modern warfare season one b 768x432 1

O modo free-to-play servirá como um terceiro pilar ao lado de Call of Duty Mobile e futuros lançamentos de preço cheio, que continuarão a oferecer um pacote “premium” de campanha, modos multiplayer e Zombies / Spec Ops daqui para frente.

Fontes próximas ao estúdio disseram ao VGC que a Activision não tem intenção de abrandar seus lançamentos premium de Call of Duty, que continuarão a ser criados sob a liderança da Treyarch, Infinity Ward e Sledgehammer.

Dada a rica história da franquia Call of Duty, faria sentido que Warzone eventualmente evoluísse com conteúdo fora do Modern Warfare, em vez de criar uma battle royale diferente para cada submarca.

Embora a Activision ainda não tenha anunciado oficialmente o Warzone, os dados descobertos nos arquivos de Modern Warfare dão uma forte indicação do que esperar dele.

Assim como outros jogos battle royale, Warzone terá jogadores caindo de paraquedas em um mapa grande, tendo que vasculhar (e outros jogadores) atrás de equipamentos.

Como é normal no gênero, ele também contará com uma área de jogo que irá diminuindo com o passar do tempo – neste caso, cercada por um gás químico – forçando os combatentes a lutarem até que apenas um jogador ou equipe permaneça em pé.

A VGC entende que, no lançamento, o Warzone contará com suporte para até 200 jogadores em um sistema baseado em esquadrões.

Capture 5 768x735 1

O jogo também incluirá um sistema de comunicação ‘ping’ semelhante ao de Apex Legends e introduzirá suas próprias reviravoltas no gênero, como a moeda Plunder, uma mecânica de respawn no Gulag, e muito mais.

Muitos dos locais em Warzone serão familiares para os jogadores de Modern Warfare, já que ele é parcialmente composto por mapas existentes do Ground War (grandes arenas multiplayer construídas para 100 jogadores), incluindo Boneyard, Quarry, Port, e muito mais.

Assim como Blackout, muitos locais do Warzone também são baseados em mapas multiplayer clássicos de Call of Duty, neste caso da série Modern Warfare, incluindo Vacant, Broadcast, Killhouse e Scrapyard.

Talvez o recurso que mais diferencie Warzone de outros jogos battle royale seja o Plunder, uma moeda de jogo obtida durante as partidas derrotando inimigos ou completando missões.

Plunder é um recurso valioso que pode ser usado para comprar equipamentos de vários locais no meio de uma partida. No entanto, os jogadores derrotados enquanto possuem Plunder perderão o recurso para os jogadores inimigos que pegarem seu loot.

Essa dinâmica de recompensa e risco é reforçada pela introdução de bancos, que podem ser usados ​​para armazenar os Plunder coletados para partidas futuras, mas no processo alertando todos os jogadores próximos sobre sua presença dentro do banco com loot valiosos.

modern warfare spectating 768x432 1

Em outra reviravolta interessante, a morte não é necessariamente o fim na Warzone. Em vez disso, jogadores derrotados podem ser enviados para o Gulag, uma prisão onde competirão pela chance de reaparecer no campo de batalha. Uma vez dentro do Gulag, os jogadores aguardam sua vez por uma batalha 1×1 contra outro jogador, com o vencedor retornando ao battle royale.

A criação de dados sugere que o Warzone indicará explicitamente sua posição na fila 1v1, e que os jogadores poderão fazer apostas no resultado das lutas de outros jogadores usando seu Plunder.

Para entrar no Gulag, é provável que os jogadores derrotados tenham que ser arrastados por um companheiro de equipe até uma das muitas ambulâncias estacionadas no campo de batalha. Os arquivos do jogo também fazem referência aos Tokens de Respawn, que podem ou não ser necessários como parte do processo do Gulag ou talvez ofereçam um respawn imediato.

👉 Siga-nos no twitter e instagram