Atriz que interpretou Evie em Assassin’s Creed Syndicate se pronuncia sobre as denuncias contra a Ubisoft ‘Também sofri sexismo’

A polemica sobre a desenvolvedora continua

Com o artigo lançado ontem por Jason Schreirer, parece que mais funcionarios e ex funcionarios resolveram abrir a boca e falar sobre as experiencias negativas que viveram dentro da Ubisoft.

Victoria Atkin, atriz que foi responsavél por dar vida a Evie Frye, em Assassin’s Creed Syndicate, também resolveu comentar sobre o ocorrido em suas redes sociais.

“Finalmente, o sexismo dessa empresa vem à tona . Eu certamente experimentei e permaneci em silêncio até agora. Rezo para que ocorram mudanças importantes no futuro ”,

Segundo informações, Evie também teria um foco maior na trama original de Syndicate, porém acabou sendo cortada e tendo que dividir o protagonismo com seu irmão, Jacob. Como resultado dessa revelação, a atriz e ex-roteirista da Ubisoft, Ceri Young, compartilhou uma conversa agradável que teve com Victoria, agradecendo-se pelos esforços envidados para que Evie Frye pudesse ser uma realidade protagonizando o game. A exemplo do que aconteceu em Assassin’s Creed Odyssey, tanto Evie quanto Kassandra, não parecem ter sido convincentes o suficiente para os chefões da Ubi para poderem carregar o protagonismo de uma IP tão forte quando é AC. Seja por machismo, ou uma decisão estratégica, a polemica está plantada e resta saber qual vai ser a posição oficial da Ubisoft sobre estas denuncias, já que até ainda não houve um pronunciamento oficial.

Parece que muitas coisas terão que mudar para que a Ubisoft mude sua imagem. Talvez possamos esperar um protagonismo feminino mais forte nos próximos jogos, o que diminuiria as reclamações por parte da mídia contra a desenvolvedora.