A versão Ubuntu de Shadow of the Tomb Raider supera a API DirectX 11 do Windows 10

E ainda se trata de uma versão ''traduzida''

Um desenvolvedor de jogos recentemente trouxe o jogo Shadow of the Tomb Raider para trabalhar no Ubuntu usando a API Vulkan, e um YouTuber o comparou com a versão do Windows 10 em DX11deste jogo.

O YouTuber Penguin Recordings comparou alguns resultados de benchmark de desempenho para as plataformas Ubuntu e Windows 10 e os resultados são impressionantes. A Feral Interactive é uma empresa especializada em trazer jogos do Windows para Mac e Linux. E eles fizeram o jogo Shadow of the Tomb Raider funcionar no Ubuntu por meio da API Vulkan.

A Feral Interactive usou a API Vulkan para traduzir ativamente as chamadas DX11 e/ou DX12 para fazê-las funcionar facilmente no Linux, uma vez que o Linux não suporta qualquer tipo de API DirectX, pois é exclusiva da Microsoft.

Por causa do processo de tradução, o desempenho pode ser às vezes mais lento do que o DirectX nativo, uma vez que também tem sobrecarga adicional.

Para os testes, a Penguin Recordings usou um processador AMD Ryzen 9 3950X emparelhado com a RTX 3090, em um sistema com 32 GB de RAM para rodar seus benchmarks.

E como é evidente a partir dos resultados, a versão da Feral para Linux do jogo Shadow of the Tomb Raider teve um desempenho semelhante ao da plataforma Windows 10 no modo DX12. A diferença da taxa de frames é muito pequena que você nem notará, a menos que tenha um contador de FPS ativo durante o jogo.

As diferenças que estamos vendo vão de um a dois frames por segundo.

Chegando aos resultados do DX11, o desempenho é um pouco diferente. A API DX11 do Windows 10 está um pouco à frente da implementação do Linux na taxa de frames, em cenas onde não há muitos NPCs/IA.

Mas em áreas cheias de NPCs, a plataforma Linux pode ter uma vantagem de até 40 fps sobre o modo DX11 do Windows 10, o que na verdade diminui em desempenho. Os resultados estão um pouco errados aqui, mas isso também pode ser um problema de driver da Nvidia e/ou um bug no próprio jogo.

Como você pode ver no vídeo postado acima, a utilização da RTX 3090 cai repentinamente para 60% quando o desempenho diminui, enquanto a plataforma Linux, por outro lado, mantém 100% de utilização.

No geral, a versão de Shadow of the Tomb Raider da Feral tem um desempenho muito bom. No modo DX12, o desempenho é mais do que jogável e o DX11 também tem um desempenho decente do que o modo DX11 nativo no Windows.

A versão compatível com Linux do jogo da Feral Interactive pode ser comprada em sua loja online.

Fonte:dsogaming