A experiência de Halo não pode ser levada ao PS5, afirma chefe do Xbox

Halo Infinite será lançado no final de 2020, para Xbox One e PC's com Windows 10.

Phil Spencer, chefe do Xbox, disse que não está considerando o uso do Microsoft Game Stack para lançar títulos como Halo em outras plataformas. De acordo com Spencer, os consoles, incluindo o PS5 e o Switch, não oferecem a “experiência Xbox” completa que os jogadores esperam da marca.

O Microsoft Game Stack foi anunciado no início do ano , um serviço “independente de dispositivo” que tem a capacidade de oferecer suporte completo ao Xbox Live para plataformas além do Xbox e PC com Windows 10. Embora tenhamos visto isso em jogo – pelo menos em parte – nos títulos do Xbox Game Studios publicados para o Nintendo Switch, Spencer diz que o suporte não equivale a “a experiência completa do Xbox”.

Nós fizemos alguns trabalhos no Switch com Ori and Blind Forest e Cuphead “, reconheceu Spencer, conversando com Stevivor no X019 em Londres. “Mas eu diria que nossa estratégia é realmente pensar na experiência completa do Xbox; queremos que essa experiência completa no Xbox seja incrível

Essa estratégia significa que a Microsoft se concentrará no seu Console (Xbox) e o Windows 10 no PC, em vez de se ramificar em plataformas como o Switch ou o próximo PS5 da Sony. Em 2019, essa mentalidade resultou em melhorias nos controles dos pais e na maneira como as mensagens baseadas em texto são filtradas no serviço Xbox Live. Spencer enfatizou que esses recursos são parte integrante da oferta geral do Xbox.

Quando você pensa em outras plataformas de hardware, eu gostaria de pensar, holisticamente, há uma oportunidade de trazer todo o Xbox para lá? E na maioria dos casos, os outros parceiros provavelmente não estão tão interessados ​​em todo o ecossistema do Xbox que entra no hardware deles “, disse Spencer.

Essa noção da experiência do Xbox é precisamente a razão pela qual títulos futuros como Halo Infinite serão Exclusivos para o Xbox, assim como todos os seus jogos First-Party, se manterão com exclusividade nas plataformas da Microsoft.

Halo é um ótimo exemplo – uma parte intrínseca do Xbox”, disse Spencer, elogiando-o por sua parte na “evolução do Xbox Live”, ao lado da própria marca do Xbox.

Não quero entrar neste mundo em que separamos uma IP porque perdemos a capacidade de construir uma experiência coesa, continuou ele. “Franquias originais e tradicionais da Xbox se manterão com nossa exclusividade.

Fonte:Stevivor

👉 Siga-nos no twitter e instagram